Maria da Conceição Meneses Nery


Nasceu em Fortaleza, vindo a descobrir o atletismo em 1982. Na época, estudante do Colégio Liceu do Ceará, sua incentivadora, a professora Lucia Rejane, a inscreveu para numa seletiva do lançamento do peso. Aos poucos foi se transferindo para as pistas, fazendo parte da equipe da Profa. Rejane com o nome de “massificação Rejane”.

O início dos treinos começava com uma caminhada do Colégio Liceu até a pista de atletismo do Colégio Militar de Fortaleza. Com esforço e dedicação nos treinos, fez com que sua professora lhe encaminhasse para um emprego de orientadora física na FEBENCE e posteriormente foi efetivada onde trabalha até hoje na Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), na função de Instrutora Educacional de Atletismo.

A partir de 1988 foi campeã absoluta dos 800, 1.500, 5.000, Meia Maratona e Maratona. Por 12 anos deteve o recorde dos 800 metros rasos, com o tempo de 2min 19seg e há 13 anos detém o recorde dos 1.500 metros rasos com o tempo de 4min 47Seg.

A primeira São Silvestre ficou em 1.303º lugar. Em 1997 obteve sua melhor marca nesta prova, chegando na 25ª colocação, a segunda melhor marca de atletas do estado do Ceará.

Atualmente compete na categoria Master, onde é campeã dos 1.500m, 5.000m, 10.000m e 8.000m Cross. Venceu a corrida SESC, em Fortaleza, por 12 vezes e participou de 5 edições nacionais da mesma corrida, subindo ao pódio em todas elas.

Agradece muito ao esporte pela oportunidade de conhecer o Brasil e alguns lugares do mundo, em particular, as amizades mantidas em Fortaleza ou em outros estados.

Sempre tem como incentivo o que faz está bem na provas e na vida são as assessorias, os antigos e atuais alunos, a quem sempre dedica suas vitórias.

Conceição Nery, é mãe do Raynery atualmente com 18 anos, se considera uma pessoa muito religiosa e faz questão de agradecer sempre a Deus que a razão de tudo.

Com esse genial currículo esportivo é que a Caprius Comunicação & Eventos elege para destaque desta semana a atleta CONCEIÇÃO NERY.

Parabéns!

Fortaleza, 12Jul12


Jose Freitas (Zé Freitas)


Numa tarde de terça-feira na pracinha do quebra mar em frente ao Boteco Praia, encontrei um senhor discreto aparentado está de passagem pelo local como mais um turista em visita a nossa capital, porém algo chama atenção pelo grande número de pessoas que conversam com ele, após uma melhor observação, encontramos o Senhor José de Freitas ou como é chamado por muitos “Sr. Zé Freitas”, “o Mestre”, ou ainda como foi chamado por um colunista de um jornal “A Meta”, já extinto em Fortaleza de “Locomotiva Humana do Ceará”, relembrando os feitos do maior atleta fundista de todos os tempos, o checo Emil Zátopek.

Seu ZÉ FREITAS é natural de São Bento do Bufete, Rio Grande do Norte, mas sé diz cearense de coração. Nascido em 1940, começou no mundo das corridas quando era militar servindo no 23º Batalhão de Caçadores (23º BC), nos anos de 1959 a 1961. Após sua passagem pelo Exército saiu para trabalhar no Bank Of Soult America, nessa época já era detentor dos recordes do estado do Ceará nas provas de 1.500m (4´04”) e  5.000m (14´34”). Passou a correr pelo Ceará Sporting Clube, onde ganhou varias provas no Nordeste. Posteriormente foi convidado pelo diretor do banco onde trabalhava para correr pela empresa. A partir desse patrocínio sua vida de atleta melhorou,  facilitando seu treinamento e viagens para competições em outros estados. Foi campeão por varias vezes nos estados do Amazonas, de Pernambuco, do Rio Grande do Norte e do Pará. Em São Paulo, em 1967, ocupou a 6ª colocação geral na São Silvestre até hoje a melhor colocação de um atleta do Ceará. Foi campeão da Pré-São Silvestre nos anos de 62, 69 e 73. Correu 22 São Silvestres e em pelo menos 10 esteve cotado para vencer, deixou concorrer nesta prova em 1974. No Estado do Ceará foi campeão por 15 vezes da extinta Corrida da Fogueira (10 km) entre os anos de 1963 a 1979, obtendo a excelente marca de 29´30”.
Seu ZÉ FREITAS é autodidata, aprendeu observando outros atletas e com seu treinamento no Exército, como em clubes por onde passou. É funcionário público aposentado do estado do Ceará e atualmente é técnico de vários atletas.

Nossa conversa por varias vezes foi interrompida por companheiros, professores de educação física e admiradores do “Mestre” em busca de orientação  e dicas valiosas para quem está começando ou até mesmo para veteranos. Esteve sempre incentivando a pratica saudável do esporte.

Após horas de conversa me foi passado pelo “Mestre” o seguinte conselho: “Que a juventude não procure produzir resultados com produtos químicos, pois não levam a nada, eles devem se utilizar, apenas, do treinamento físico e psicológico, não abandonando a disciplina e uma boa alimentação. Isso sim é o que faz um grande atleta”.
Por essas razões a Caprius traz para destaque da Semana o Seu Zé Freitas (Nossa Locomotiva Humana).

Parabéns!

Félix Luis

 Nasceu em Fortaleza em 1971 e sempre teve um forte vínculo com o esporte, destacando-se no futebol e atletismo escolar. Aos 12 anos, inspirado pelo seu tio Fernando, ex-goleiro, Félix saiu das peladas de rua e jogos escolares para as categorias de base do Ceará Sporting Clube, convidado pelo olhar clínico do radialista Ibernon Monteiro, e alguns anos depois também jogou nas categorias de base do SUMOV (Futsal).

Félix conquistou diversos títulos inter-classes, dentre eles o de vice-campeão cearense de futsal, mas aos poucos, com a continuidade dos estudos no 2º grau e UFC (Universidade Federal do Ceará), deixou de praticar esportes por vários anos, priorizando os estudos e a área de informática, onde atuou por quase 20 anos.

Descobriu as suas habilidades de corredor nos jogos de futebol, onde atuava como ponta direita e só era parado com faltas, por causa da sua habilidade e principalmente velocidade. Nas corridas, inspirou-se nas conquistas de Joaquim Cruz, Rosa Mota, Rolando Vera, Robson Caetano, Carl Lewis, e muitos outros...

Resolveu estrear nas corridas de rua na década de 90, em uma da corrida promovida pela Teleceará. Neste dia, passou mal e não conseguiu sequer chegar a metade da prova, mas hoje, próximo de completar 250 competições, o esporte faz parte de sua vida, tanto no lado pessoal como profissional. Blog pessoal, http://portaldocorredor.blogspot.com.br

Atualmente, Félix Luis participa ativamente das competições e administra o seu site empresa “Portaldocorredor”, criado com pioneirismo no norte e nordeste em agosto de 2004.

Juntamente com outros sites de peso coirmãos, como Caprius e CORCE, e de dezenas de blogs de corredores e equipes, todos representam "juntos" uma rede de consultas de corridas de rua em nossa região, que tornam o estado do Ceará uma das referências neste segmento esportivo no país. Vale ressaltar que o “Portaldocorredor” completou recentemente a marca de 150 corridas divulgadas em parceria em 10 anos de muito trabalho, uma conquista para todos nós corredores e caminhantes que primam pela saúde, bem estar e qualidade de vida.

Outros trabalhos desenvolvidos pelo nosso Félix Luis, estão relacionados aos princípios básicos de cidadania e competitividade no esporte e na vida. Além promover ações sociais “nem sempre divulgadas”, o “Portaldocorredor” também mantém parceria com algumas empresas. Vejam o nosso site, www.portaldocorredor.com.br

É dentro desse espírito esportivo que a Caprius indica como “Destaque da Semana” o amigo, Félix Luis.

Parabéns!


Raimundo Nobre Duarte

Nasceu na localidade de Barra do Sitiá, distrito de Quixadá – CE, em 1928. Militar da reserva da Força Aérea Brasileira (FAB), onde desempenhou as funções de Mecânico de Vôo por mais de trinta anos. Começou nos antigos “Catalina” (aeronaves que realizavam o pouso na água) e encerrou nos modernos “Hercules” C130 da FAB. Ao se aposentar da FAB, em 1979, foi convidado para voar no avião Bandeirante do Governo do Estado do Ceará.

Desportista por natureza foi na sua juventude um excelente atleta de basquete. Em 1968 foi treinador de futebol do time Calouros do Ar, onde conquistou o primeiro lugar no “Torneio Inicio”, competição que dava acesso ao Campeonato Cearense de Futebol da 1ª Divisão.

Fala com orgulho de seus três filhos, sendo um engenheiro que trabalha como bancário, uma professora, e um que herdou a vontade de voar do pai e é piloto comercial.

Começou na corrida de rua em 1993, incentivado por amigos. A partir deste evento voltou-se para as atividades que lhe trouxesse saúde e bem-estar. Sua receita é simples: não consume açúcar e vive tudo aquilo que lhe traga felicidade. Atualmente para acompanhar a evolução das coisas resolveu fazer um curso de informática. Na dúvida, sempre tem um filho ou um neto para ajudar.

Seu treinamento básico para fortalecer a musculatura das pernas é subir e descer escadas em seu condomínio. Realiza semanalmente corridas de rua com percursos que variam de 8 a 14 Km. Já participou por duas vezes da Meia Maratona do Rio de Janeiro, nos anos de 2003 e 2005. Participou de inúmeras corridas em Fortaleza, entre elas, está à corrida da ASA, promovida pela Base Aérea de Fortaleza. Guarda com orgulho no seu quarto as inúmeras medalhas e troféus de corrida. Hoje é considerado um dos corredores mais velhos corredores do nosso estado.

Uma curiosidade do esporte aconteceu na Meia Maratona de Fortaleza de 2005, quando conheceu o atleta internacional dos 200m rasos, Robson Caetano durante uma entrevista com o atleta Nobre. Desse contato surgiu uma amizade que dura até hoje por meio de telefonema e e-mails.

Sua reivindicação é para os condutores de veículos respeitem os corredores de rua e que sejam preservados os poucos locais verdes dessa cidade, em particular, o Parque Parreão, próximo a Rodoviária Eng. João Tomé.

A frase deixada pelo nosso atleta octogenário é: “Hoje só tenho inveja dos pássaros porque eles voam, se eu voasse morreria feliz”.

A Caprius fica feliz ao eleger para Destaque da Semana o Sr. Raimundo Nobre Duarte e deixa seu exemplo de vida para todos os nossos leitores.

Parabéns!


Cacilda Furtado


Contando minha história


Eu sou Cacilda Furtado. Entrei para o mundo das corridas no ano de 2007, depois de observar uma corrida de rua, minha primeira experiência foi a corrida do Iguatemi. Os meus primeiros treinos responsáveis pela maioria das minhas conquistas foram realizados no Clube de Corrida Caprius, na qual sou orgulhosa e muito agradecida pelo carinho dos amigos.

A partir daí quase não perdi nenhuma corrida realizada em Fortaleza, também já participei de  três São Silvestres (São Paulo) e de nove Meias-Maratonas, sendo três em Santiago do Chile, com um 3º lugar na categoria em 2010, duas no Rio de Janeiro, duas em Buenos Aires e duas em Fortaleza, com um 1º lugar na categoria em 2012.

Participo também das corridas de cross country, Caprius Cross, e das corridas de aventura Ases Adventure. Conquistei nesses últimos cinco anos aproximadamente 150 medalhas e 32 troféus de 1º, 2º e 3º lugar na minha categoria (65 anos acima).

Guardo com carinho inúmeras fotos de corridas, o que agradeço aos meus amigos Manoel Djacir Braga e sua esposa Vandinha, que fizeram até um filme para mim, com o titulo “Cacilda é show”. Alem da pratica de corridas, vou a praia, frequento academia, jogo vôlei e frescobol.

Praticar esporte é só alegria e felicidade! Eu amo a natureza e correr é sentir a natureza ao meu redor. Não tenho inimigos, somente amigos e de cada um eu guardo um bem-querer dentro do meu coração. Todos os corredores que conheço são os meus grandes admiradores, e tenho o maior carinho por todos eles.

No campo profissional sou funcionária da Universidade Federal do Ceará, terminei um mestrado na área de sociologia, na França, onde morei quase 5 anos na cidade de Toulouse, quando tive a oportunidade de conhecer inúmeras cidades da França, Espanha, Itália e Portugal. Tenho duas filhas e dois netos maravilhosos. Agradeço a Deus todos os dias por tudo que tenho na vida, eu gosto do meu viver, da minha vida assim, correndo sempre com alegria.

Dentro desse exemplo de vida, a Caprius elege a atleta Cacilda Furtado para ser nosso Destaque da Semana.


Parabéns!