CAP QOBM – Antônio Gilberto Cavalcante


Antigamente no interior do nosso estado quase não se via pessoas fazendo atividades físicas. O dia-dia e a falta de informação sobre saúde e bem-estar não possibilitavam tirar um tempo para cuidarem do corpo, isso era para o “pessoal da capital”. Os tempos mudaram e hoje é comum passarmos por uma cidade do interior no fim da tarde e vermos pessoas correndo em ciclovias ou até mesmo junto às rodovias de acesso a cidade. Uma dessas cidades que se destaca nessa atividade de corrida é a cidade cearense de Limoeiro do Norte, no Vale do Jaguaribe. Um dos responsáveis por esse dinamismo é o Capitão Bombeiro Militar - Antônio Gilberto Cavalcante, nato daquela cidade.

Cap Cavalcante iniciou seus estudos nas escolas municipais de Limoeiro do Norte, cursou ensino médio na Escola Lauro Rebouças de Oliveira e Colégio Diocesano, o qual desde esse período já era adepto ao esporte, principalmente o atletismo e a natação, participando inclusive de algumas competições estudantis. Serviu o Exército no ano de 1988 e depois foi trabalhar no setor privado. Em 26 de março de 1990 ingressou como soldado nos quadros da Polícia Militar através de concurso público. Em 05 de setembro de 1993 solicitou desligamento dos quadros da Polícia Militar e ingressou como soldado no Corpo de Bombeiros Militar através de concurso público. Quatro anos depois, foi aprovado no concurso para Curso de Formação de Oficiais (CFO), o qual também veio a se destacar no atletismo e natação, participando das competições entre as Academias de Formação de Oficiais do Brasil. Em 2004 terminou o Curso de Educação Física. O Cap Cavalcante é formado em pedagogia pela Universidade Estadual do Ceará (UECE) em 2003 e é pós-graduado em Administração Pública e Gestão de Ações Contra Sinistro.

Ao assumir o Comando do Corpo de Bombeiros de Limoeiro do Norte-CE, sua cidade natal, no dia 05 de fevereiro de 2007, desenvolveu e executou um programa de incentivo ao esporte, em particular a corrida de rua, criando a hoje tão conhecida Corrida do Fogo do Corpo de Bombeiros Militar de Limoeiro do Norte. Paralela a Corrida do Fogo, criou ainda a Corrida do Córrego de Areia, a Corrida de Quixaba e por último, a Corrida da Amizade, unindo a cidade de Limoeiro a cidade de Tabuleiro.

Hoje, Limoeiro do Norte não só faz parte do circuito de corridas do estado, os atletas limoeirenses também estão no topo do ranking entre os melhores corredores de rua. Esse trabalho de concentrar os melhores corredores para representar a cidade de Limoeiro nas corridas do nosso estado se iniciou com o Cap Cavalcante e ficou sob a coordenação do seu irmão Gildenir Cavalcante.

Esse belo trabalho com resultados altamente positivos, foi o grande motivo para o Cap Cavalcante investir cada vez mais no esporte através da corrida de rua. Não mediu esforços para dar apoio aos grupos que praticam de algum tipo de esporte. Compartilhando nossos pensamentos, ele entende que através do esporte o jovem pode se modificar e assim, podemos modificar a realidade de sua comunidade.

Dentro desse contexto abreviado, a Caprius elege o Cap Bombeiro Militar - Antônio Gilberto Cavalcante para destaque da semana.

Parabéns!


Augusta Barbosa,

Criada no interior, Augusta tinha como diversão andar a cavalo, jogar futebol com seus irmãos e no colégio foi campeã na brincadeira de "bandeirinha". Adorava as aulas de educação física e nunca foi sedentária. Iniciou a prática da corrida de rua com seu irmão, que já corria desde 2004 pelas ruas de Fortaleza. Em 2006 quando frequentava uma academia, lá formaram um grupo de corrida para participar da Maratona Pão de Açúcar de Revezamento e ela ingressou no grupo e começou a treinar na esteira da academia. Seu treinamento baseava-se em aulas de bodycombat e 30 minutos na esteira, mas foi no Circuito de Corridas da Caixa daquele ano que ela iniciou definitivamente no mundo das corridas.

Nesse esporte, sua vida mudou. Trouxe bem estar, felicidade e muitas amizades que duram até hoje. Mesmo com uma vida muito atribulada com a profissão de contadora, sempre conseguiu manter uma rotinha sem abrir mão das suas atividades físicas.

Em 2010, como conselheira e coordenadora de ações institucionais, passou a fazer parte da diretoria do Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Ceará – CRC - CE, onde lutou para passar para os demais colegas a sua experiência de vida no mundo dos esportes, em particular a corrida de rua, que era uma forma barata e genérica, para alcançar a todos os envolvidos. Foi então que começou a desenvolver o Projeto Contabilista Campeão, que tem como objetivo chamar a atenção do contabilista para  sentirem a importância de se levar uma vida com mais saúde. O projeto também se estende para as ações no sentido de inserir no dia a dia dos profissionais da contabilidade atividades de lazer, esporte e interação social.

Hoje o projeto realiza treinos semanais nas quartas-feiras e aos sábados sob a orientação do Prof Bruno Capelo, dividido em três categorias: iniciantes, intermediários e avançados. A participação dos campeões nos eventos é um verdadeiro programa de família, correr para o Contabilista Campeão virou lazer.

Augusta, com apoio do presidente do CRC-CE, Sr. Cassius Coelho, realizou o grande marco do projeto, a criação da Corrida do Contabilista, no ano de 2011, já a participação nesta edição com mais de 1.000 corredores. A corrida deu a categoria uma visão maior dos objetivos do Projeto Contabilista Campeão. Em 2012, está previsto a segunda edição. Vamos aguardar!

Por essas razões, escolhemos a corredora Augusta Barbosa para Destaque da Semana.

Parabéns!


FRANCISCO RONALDO RODRIGUES SALES (RONALDINHO)

 

Nascido em 03 de maio de 1966, na cidade de Crateús-CE, iniciou sua carreira esportiva como jogador de futebol, atuando em várias equipes como: Ferroviário Atlético Clube e Calouros do Ar, no estado do Ceará; Quatro de Julho de Piripiri e Tiradentes, no estado do Piauí; Treze Futebol Clube e Atlético Cajazeiras, no estado da Paraíba; Fernandópolis Esporte Clube, do estado de São Paulo e Paysandu Esporte Clube, no estado do Pará. Hoje, participa como atleta de várias modalidades esportivas entre as preferidas está a corrida de rua, o triátlon, a orientação e a corrida de aventura.

Formado em Educação Física e cursando fisiologia do exercício, já atuou como técnico e auxiliar técnico de vários clubes, entre eles o Fortaleza Esporte Clube, nas categorias sub 14, sub 15 Sub 16, sub 17 e sub 18 do.

Com trabalho voluntário ministrou treino duas vezes por semana numa escolinha do seu bairro durante 9 anos, um dos seus grandes sonhos, que era tirar das ruas crianças expostas à criminalidade.

Desde 1998 é professor de educação física na Academia Corpo e Ação e em abril 2011 criou a assessoria R2 (Ronaldo Rodrigues) Treinamento Esportivo, que funciona no aterro da Praia de Iracema, em frente ao marquinho do coco. A R2 Treinamento Esportivo tem como especialidade: treinamento de corrida, personal para musculação, treinamento para concurso e condicionamento físico em geral. Dito pelo próprio Ronaldinho: “os objetivos são grandes, mas a o R2 nasceu para auxiliar na sua evolução e superar limites.

Como atleta, Ronaldinho está presente em todas as provas esportivas de Fortaleza, sendo elas de: triatlo, corrida de rua, orientação ou mesmo de aventura. Outro traço marcante do nosso atleta é estar sempre incentivando novos adeptos ao esporte, isso ele vem conseguindo com sua amizade e alegria em tudo que faz.

Com todas essas colaborações ao esporte cearense, a Caprius elege para destaque da semana o nosso amigo Ronaldo Rodrigues, o Ronaldinho.

Parabéns!


Maria da Conceição Meneses Nery


Nasceu em Fortaleza, vindo a descobrir o atletismo em 1982. Na época, estudante do Colégio Liceu do Ceará, sua incentivadora, a professora Lucia Rejane, a inscreveu para numa seletiva do lançamento do peso. Aos poucos foi se transferindo para as pistas, fazendo parte da equipe da Profa. Rejane com o nome de “massificação Rejane”.

O início dos treinos começava com uma caminhada do Colégio Liceu até a pista de atletismo do Colégio Militar de Fortaleza. Com esforço e dedicação nos treinos, fez com que sua professora lhe encaminhasse para um emprego de orientadora física na FEBENCE e posteriormente foi efetivada onde trabalha até hoje na Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), na função de Instrutora Educacional de Atletismo.

A partir de 1988 foi campeã absoluta dos 800, 1.500, 5.000, Meia Maratona e Maratona. Por 12 anos deteve o recorde dos 800 metros rasos, com o tempo de 2min 19seg e há 13 anos detém o recorde dos 1.500 metros rasos com o tempo de 4min 47Seg.

A primeira São Silvestre ficou em 1.303º lugar. Em 1997 obteve sua melhor marca nesta prova, chegando na 25ª colocação, a segunda melhor marca de atletas do estado do Ceará.

Atualmente compete na categoria Master, onde é campeã dos 1.500m, 5.000m, 10.000m e 8.000m Cross. Venceu a corrida SESC, em Fortaleza, por 12 vezes e participou de 5 edições nacionais da mesma corrida, subindo ao pódio em todas elas.

Agradece muito ao esporte pela oportunidade de conhecer o Brasil e alguns lugares do mundo, em particular, as amizades mantidas em Fortaleza ou em outros estados.

Sempre tem como incentivo o que faz está bem na provas e na vida são as assessorias, os antigos e atuais alunos, a quem sempre dedica suas vitórias.

Conceição Nery, é mãe do Raynery atualmente com 18 anos, se considera uma pessoa muito religiosa e faz questão de agradecer sempre a Deus que a razão de tudo.

Com esse genial currículo esportivo é que a Caprius Comunicação & Eventos elege para destaque desta semana a atleta CONCEIÇÃO NERY.

Parabéns!

Fortaleza, 12Jul12


Jose Freitas (Zé Freitas)


Numa tarde de terça-feira na pracinha do quebra mar em frente ao Boteco Praia, encontrei um senhor discreto aparentado está de passagem pelo local como mais um turista em visita a nossa capital, porém algo chama atenção pelo grande número de pessoas que conversam com ele, após uma melhor observação, encontramos o Senhor José de Freitas ou como é chamado por muitos “Sr. Zé Freitas”, “o Mestre”, ou ainda como foi chamado por um colunista de um jornal “A Meta”, já extinto em Fortaleza de “Locomotiva Humana do Ceará”, relembrando os feitos do maior atleta fundista de todos os tempos, o checo Emil Zátopek.

Seu ZÉ FREITAS é natural de São Bento do Bufete, Rio Grande do Norte, mas sé diz cearense de coração. Nascido em 1940, começou no mundo das corridas quando era militar servindo no 23º Batalhão de Caçadores (23º BC), nos anos de 1959 a 1961. Após sua passagem pelo Exército saiu para trabalhar no Bank Of Soult America, nessa época já era detentor dos recordes do estado do Ceará nas provas de 1.500m (4´04”) e  5.000m (14´34”). Passou a correr pelo Ceará Sporting Clube, onde ganhou varias provas no Nordeste. Posteriormente foi convidado pelo diretor do banco onde trabalhava para correr pela empresa. A partir desse patrocínio sua vida de atleta melhorou,  facilitando seu treinamento e viagens para competições em outros estados. Foi campeão por varias vezes nos estados do Amazonas, de Pernambuco, do Rio Grande do Norte e do Pará. Em São Paulo, em 1967, ocupou a 6ª colocação geral na São Silvestre até hoje a melhor colocação de um atleta do Ceará. Foi campeão da Pré-São Silvestre nos anos de 62, 69 e 73. Correu 22 São Silvestres e em pelo menos 10 esteve cotado para vencer, deixou concorrer nesta prova em 1974. No Estado do Ceará foi campeão por 15 vezes da extinta Corrida da Fogueira (10 km) entre os anos de 1963 a 1979, obtendo a excelente marca de 29´30”.
Seu ZÉ FREITAS é autodidata, aprendeu observando outros atletas e com seu treinamento no Exército, como em clubes por onde passou. É funcionário público aposentado do estado do Ceará e atualmente é técnico de vários atletas.

Nossa conversa por varias vezes foi interrompida por companheiros, professores de educação física e admiradores do “Mestre” em busca de orientação  e dicas valiosas para quem está começando ou até mesmo para veteranos. Esteve sempre incentivando a pratica saudável do esporte.

Após horas de conversa me foi passado pelo “Mestre” o seguinte conselho: “Que a juventude não procure produzir resultados com produtos químicos, pois não levam a nada, eles devem se utilizar, apenas, do treinamento físico e psicológico, não abandonando a disciplina e uma boa alimentação. Isso sim é o que faz um grande atleta”.
Por essas razões a Caprius traz para destaque da Semana o Seu Zé Freitas (Nossa Locomotiva Humana).

Parabéns!